Projecto Lynx's Logo
  • Home
  • CNRLI (Silves – Portugal)
O Projecto Lynx não se encontra relacionado com nenhum dos projectos oficiais e instituições públicas empenhadas na recuperação do Lince Ibérico (nomeadamente, ICNF). Somos um projecto que tem como objectivo a sensibilização do público e a educação ambiental acerca do Lince-Ibérico

CNRLI (Silves – Portugal)

  • Lista de exemplares adultos de Lince Ibérico em regime ex-situ no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico em Silves.

azahar

  • Nome: Azahar
  • Data de Nascimento: 2004
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Recolhida na Natureza (fêmea fundadora). Zoobotânico de Jerez de la Frontera, Espanha
  • Data de chegada a Portugal: 26 de Outubro de 2009. Foi o primeiro lince a povoar o Centro Nacional de Reprodução do Lince-ibérico.

Na época de reprodução de 2010, aconteceram os primeiros partos em cativeiro em Silves. No mês de Abril, Azahar, que nunca tinha levado uma gravidez até ao final, teve duas crias, resultando do cruzamento com o macho Drago no final de Janeiro. Estas crias não sobreviveram a malformações congénitas e a uma infecção aguda, mas trazem optimismo à época de reprodução de 2011, especialmente por Azahar ser uma das fêmeas fundadoras no programa de reprodução em cativeiro, ou seja, ao ser um animal que não nasceu em cativeiro torna-se mais relevante a sua contribuição para a diversidade genética dos linces do Programa Ex situ.


calabacín

  • Nome: Calabacín
  • Data de Nascimento: 2006
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Recolhido na Natureza (macho fundador). Centro de Cria de Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 1 de Dezembro de 2009

castañuela

  • Nome: Castañuela
  • Data de Nascimento: 2006
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro, no Centro de Cría de El Acebuche, em Doñana, Espanha.
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 4 de Novembro de 2011

Transferida para Silves do Centro de Cría La Olivilla, Jaén, Espanha. É filha da Saliega e Garfio, dois animais emblemáticos do programa de cria. Castañuela teve 3 ninhadas em La Olivilla. É mãe do Fauno e do Gamma, animais em que estão atualmente no CNRLI.


drago

  • Nome: Drago
  • Data de Nascimento: 2007
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Nascido em cativeiro no Centro de Cria de El Acebuche, no Parque Nacional de Doñana, em Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 17 de Novembro de 2009

Na época de reprodução de 2010, este macho foi cruzado com Azahar. As duas crias, nascidas em Abril, não sobreviveram.


gamma

  • Nome: Gamma
  • Data de Nascimento: 2010
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Nascido em cativeiro. Centro de Cria de La Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 26 de Novembro de 2011

Gamma é filho da fêmea Castañuela, que se encontra actualmente no CNRLI, e do macho Beta.


enebro

  • Nome:  Enebro
  • Data de Nascimento: 2008
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Nascido em cativeiro no Centro de Cria de Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 4 de Novembro de 2009

éon

  • Nome:  Éon
  • Data de Nascimento: 2008
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Nascido em cativeiro no Zoobotânico de Gerês de la Frontera, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 4 de Novembro de 2009

era

  • Nome:  Era
  • Data de Nascimento: 2008
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Recolhida na Natureza (fêmea fundadora). Centro de Cria de Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 4 de Novembro de 2009

erica

  • Nome:  Erica
  • Data de Nascimento: 2008
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro no Centro de Cria de Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 30 de Outubro de 2009

espiga

  • Nome:  Espiga
  • Data de Nascimento: 2008
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro no Centro de Cria de Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 4 de Novembro de 2009

fado

  • Nome:  Fado
  • Data de Nascimento: 2009
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Nascido em cativeiro no Centro de Cria El Acebuche, Doñana, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 16 de Novembro de 2009

fauno

  • Nome:  Fauno
  • Data de Nascimento: 2009
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro no Centro de Cria de Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 17 de Novembro de 2009

foco

  • Nome:  Foco
  • Data de Nascimento: 2009
  • Sexo: Masculino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro no Centro de Cria de Olivilla, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 17 de Novembro de 2009

fresa

  • Nome:  Fresa
  • Data de Nascimento: 2009
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro no Centro de Cria de El Alcebuche, Doñana, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: 16 de Novembro de 2009

biznaga

  • Nome:  Biznaga
  • Data de Nascimento: 2005
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Nasceu em Serra Morena, em Espanha (fêmea fundadora) e integrou o programa de reprodução em cativeiro em 2005. Transferida do Zoobotânico de Jerez de la Frontera, Espanha para Silves.
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: Novembro de 2010.

Na época de reprodução 2010-2011, esta fêmea adulta foi emparelhada com o macho Éon.


flora

  • Nome: Flora
  • Data de Nascimento: 2/4/2009
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro no Centro de El Acebuche, Doñana, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: Novembro de 2010.

Esta fêmea é filha de Adelfa e de Cromo.


fruta

  • Nome:  Fruta
  • Data de Nascimento: 11/4/2009
  • Sexo: Feminino
  • Origem e local de proveniência: Nascida em cativeiro no Centro de El Alcebuche, Doñana, Espanha
  • Data de chegada ao CNRLI, Silves: Novembro de 2010.

O centro conta também com 17 novas crias após a última época reprodutiva.

Cria da fêmea Biznaga / Biznaga's Cub

 

 

 

Fonte: ICNF – Lince Ibérico

 

facebooktwitterredditpinteresttumblrmailfacebooktwitterredditpinteresttumblrmail

Comments (12)

  • Susana

    |

    Olá :)
    Gostava de saber como tão os 17 pequenitos que nasceram este ano no centro. Estão todos bem?

    Se tivessem fotos deles já maiorzinhos era bom, para nós irmos vendo o progresso deles :) ou pôr uma câmara em directo num dos cercados como os amigos espanhóis (que vocês mostram), isso era muito bom e engraçado :D Estaria sempre a ver lool (ñ é q já ñ esteja a ver aqueles q vocês mostram, pq estou XD )

    Obrigada pelo vosso trabalho :)

    Reply

  • Lurdes Carvalho

    |

    Boa noite,

    Em nome do ICNF, entidade da Administração Publica responsável pelo CNRLI agradeço o vosso interesse. As 17 crias no CNRLI estão bem e a crescer dentro dos parâmetros normais para a idade, segundo o coordenador técnico.
    Caso tenham questões específicas agradeço que as enderecem ao ICNF, através do link lince-ibérico que podem encontrar na página, dado ser o forum mais adequado para responder.
    Melhores cumprimentos,
    Lurdes Serpa Carvalho
    Coordenadora do Plano de Ação para a Conservação do Lince ibérico em Portugal

    Reply

  • wim van giersbergen

    |

    We are from the Netherlands and travel a lot to see endangered animals, mainly in Africa. It is great what you doing to re-introduce these beautiful cats. We have seen this in Africa with the leopards and cheeta’s. It takes years and years to get good results and understanding from the public. Because I have invested in a project in Portugal I am surprised that so close from Albufeira there is a conservation place of Lynx. There is hardly any information to be found to help, contribute to your project.. Is there any possibility to visit this place in Silves?
    We would love to see these beautiful animals.

    Reply

    • Francisco Borges

      |

      Thank you for your comment. We here at Projecto Lynx are not directly related to the conservation of the Iberian Lynx, as that work is done by the ICNF (Institute for the Conservation of Nature and Forests) and other institutions, and we are meerely a group dedicated towards the sensibilization of the public towards the importance of this endangered feline (you could say we are meerely informative). However, we have already came across many people asking the same thing and us ourselves also wanted to visit the centre. Unfortunately, this is not possible or at least it is not easily accessed, as the centre doesn’t have a visitor programm.

      You should contact the ICNF ( http://www.icnf.pt/cn/ICNPortal/vPT2007/ ) so they could better answer your question.

      Hope we could be of some assistance, cheers.

      Projecto Lynx.

      Reply

  • Armindo Rodrigues

    |

    Olá,

    Eu gostaria de dizer: Excellente trabalho!
    Residu na Canadá e estou com intenções de passar ferias em Portugal agora no verão.
    Sera que não é possivel mesmo de ver um destes bonitos animais no ICNF?

    Obrigado pelo exelente trabalho.

    A.R.

    Toronto

    Reply

    • Francisco Borges

      |

      Olá!

      O Projecto Lynx não tem interacção directa com os Linces nos centros, sendo apenas uma organização independente de divulgação e sensibilização para a questão da conservação desta magnífica espécie!

      Sendo assim, podemos apenas informar aquilo que sabemos em relação a ver linces no ICNF. Actualmente, em Portugal, o Lince Ibérico está restrito ao Centro de Reprodução do Lince Ibérico [CNRLI] em Silves, sendo que este é um centro com normas elevadas de segurança e de higiene e, portanto, de exclusividade. Tanto quanto nos foi informado até à data, não existe um programa de visitas ao centro, mas existe a possibilidade de realizar voluntariado com o centro (ainda que seja também algo restrito).

      O nosso conselho será o de contactar directamente o ICNF com a sua questão, pois eles saber-lhe-ão responder mais correctamente.

      Muito obrigado e cumprimentos!

      Francisco Borges
      Projecto Lynx

      Reply

  • António Duarte

    |

    Sou no concelho de Silves apoiante do lince, desde o tempo em que ele era considerado animal maldito. Um animal maldito, odiado pelo povo e pelas elites políticas, porque não deixava construir a grande barragem de Odelouca.
    Acho lamentável que haja muita gente a querer ver os linces e a não conseguir. Acho que isso é um grande prejuízo para o concelho de Silves e para a zona das barragens…
    Já vimos em documentários os pandas gigantes a serem visitados de perto na China. Por favor não me digam que os Chineses são uns sujeitos ambientalmente atrasados, com os olhos ainda meio fechados. Acho que não vinha mal nenhum ao mundo se os linces fossem vistos á distãncia, alguns dias por semana. Como as cercas dos linces estão rodeadas por encostas, seria muito fácil construir, num patamar, um miradouro de linces.
    Como apoiante do lince fiquei um pouco incomodado quando soube, pela comunicação social, que lançaram linces, criados no CNRLI, no mato, presumivelmente sem todos os cuidados previstos no despacho 12697/2008 do Ministério do Ambiente. Estou-me a referir á falta de cercados de reintrodução experimental…

    Reply

    • Francisco Borges

      |

      Boa noite, António Duarte. Pelo que sabemos, já há muitos anos que é da vontade do Instituto de Conservação de Florestas (principal responsável pelo programa de reprodução do Lince Ibérico em Portugal) a dinamização do Centro em Silves e uma maior aproximação da população portuguesa ao Lince. De facto, é muito importante para a conservação do Lince Ibérico que a população se interesse pelo animal que tanto desejam proteger, e isso passa por um certo nível de interacção. Em conversas que já tivemos, descobrimos que o ICNF já tinha de facto pensado na instalação de uma Live Cam para as maternidades (como no caso de El Acebuche) ou mesmo de miradouros nas encostas que rodeiam o Centro, mas os fundos do Estado e do Projecto Life+ de momento não permitem a instalação desse tipo de infraestruturas.

      Quanto à introdução de Linces sem as condições de cercado experimental que indicou, quer dizer em Portugal? De nosso conhecimento ainda não houve introduções de qualquer tipo em solo Português, apenas rumores da opinião pública aquando do avistamento de um lince no ano passado em terras Alentejanas, que depois foram explorados pela comunicação social mas sem consistir de facto em algo verdadeiro.

      Obrigado e cumprimentos!

      Francisco Borges
      Director Executivo
      Projecto Lynx

      Reply

  • João

    |

    Desculpe cria perguntar se poderia ir ver os linces ?

    Reply

  • Nuno Santos

    |

    Antes demais queria felicitá-los pelo excelente trabalho realizado. Dada a ausência de divulgação nos media deduzo que não será este ano que terá inicio a reintrodução do lince em Portugal?! Contudo gostaria de saber quantos nascimentos foram registados em Silves em 2014 e quantos mais estão previstos.

    Reply

    • Francisco Borges

      |

      Muito obrigado! Pelas informações a que temos acesso a reintrodução do Lince em Portugal está de facto planeada para este ano, embora muitas organizações, entre elas a Liga de Protecção da Natureza, terem argumentado que ainda não existe capacidade por partes dos habitats escolhidos albergarem uma nova população de Lince Ibérico. É possível que a reintrodução no nosso país seja adiada por pelo menos um ano, mas isso é algo que ainda nenhuma instituição veio declarar.

      Em 2014 até agora só temos indicação de 3 crias, mas o número real será certamente superior. Mal o CNRLI e o ICNF façam a divulgação destes dados no seu balanço final da época de nascimentos, trataremos de colocar essa informação no nosso website.

      Cumprimentos!

      Reply

Leave a comment