Projecto Lynx's Logo
  • Home
O Projecto Lynx não se encontra relacionado com nenhum dos projectos oficiais e instituições públicas empenhadas na recuperação do Lince Ibérico (nomeadamente, ICNF). Somos um projecto independente que tem como objectivo a sensibilização do público e a educação ambiental acerca do Lince-Ibérico.

Montes de Toledo recebe mais dois linces-ibéricos

Moruno a ser libertado em Montes de Toledo. Foto: Iberlince
Moruno a ser libertado em Montes de Toledo. Foto: Iberlince

Programa LIFE+Iberlince libertou ontem, dia 5 de Maio, dois exemplares de lince-ibérico em Montes de Toledo, em Castela-Mancha. Estes linces têm um ano de idade, terem nascido dentro do programa de reprodução ex-situ em 2015.

Um dos linces chama-se Moruno, filho de Brisa e Jota, e nasceu no Centro de Reprodução de El Acebuche (Huelva). O outro lince chama-se Mazapán, filho de Estela e Gitano, e nasceu no Centro de Reprodução de Zarza de Granadilla (Cáceres).

Moruno e Mazapán são dois de dez exemplares de lince-ibérico que iram ser reintroduzidos este ano em Montes de Toledo. Eles partilham agora a área com Mosto, Malvasia, Malabar, Machés e Mirabel, que já tinha sido libertados este ano.

facebooktwitterredditpinteresttumblrmailfacebooktwitterredditpinteresttumblrmail

Primeiro lince-ibérico nasce em Portugal

O ICNF acabou de publicar um comunicado a confirmar o nascimento da primeira cria de lince-ibérico no Parque Natural de Vale do Guadiana. A cria foi fotografada com cerca de 45 dias de vida ao lado da sua progenitora, Jacarandá, “a primeira fêmea a ser solta em Portugal”.

Jacarandá e a sua cria no Parque Natural do Vale do Guadiana. Foto de ICNF (www.icnf.pt)
Jacarandá e a sua cria no Parque Natural do Vale do Guadiana. Foto do ICNF (www.icnf.pt)

facebooktwitterredditpinteresttumblrmailfacebooktwitterredditpinteresttumblrmail

Comissão Europeia urge Espanha a Proteger Doñana

A Comissão Europeia “urge Espanha a parar a deterioração dos habitates naturais nas áreas em torno do Parque Nacional de Doñana”, e deu um prazo de dois meses para o país implementar medidas para melhorar o estado crítico dos aquíferos que dão vida ao Parque Nacional de Doñana. Os aquíferos estão a ser excessivamente explorados pela “irrigação intensiva na agricultura e pelas necessidades das infraestruturas turísticas”.

Greater flamingos, Coto Doñana National Park, Spain © Jorge Sierra / WWF- Spain
Flamengos Comum, Parque Nacional de Doñana, Espanha © Jorge Sierra / WWF - Espanha

facebooktwitterredditpinteresttumblrmailfacebooktwitterredditpinteresttumblrmail